Miles é um adolescente sem amigos que gosta de colecionar as últimas palavras que pessoas célebres falaram antes de morrer. Uma dessas é algo sobre " Saio em busca do Grande Talvez" (Rabelais). Um empurrão para que ele saia do comodismo da casa dos pais e vá para um colégio interno.
Ele consegue se enturmar com Coronel, Alasca, Takumi e Lara. Alasca é uma menina louca por sexo, livros, bebida e cigarros, não nessa ordem, uma menina que arma os trotes mais famosos da escola, mas morre de medo de ter que voltar pra casa.
Miles sente-se feliz, parte de algo, ajuda nos trotes, bebe e fuma escondido, tenta conhecer o mistério que é Alasca, mas eles são terrivelmente separados antes que ele possa ter algumas respostas.
Alasca gosta das últimas palavras " Como sairei desse labirinto?" (Bolivar). Anotar aí para ler O general em seu labirinto, de Gabriel Garcia Márquez. Alasca risca os livros, é das minhas.
A vivência no colégio, Alasca e os amigos fazem Miles ver que vale a pena estar em busca do Grande Talvez, bem mais do que ter certezas sem emoção.





Para a Arábia do Século VII, Maomé Trouxe uma promessa de que todos poderiam Encontrar felicidade e vida eterna no Único Deus Verdadeiro. Buda Nos Trouxe uma Esperança de sermos capazes de transpor o Sofrimento. Jesus nos Disse que OS ULTIMOS Serão OS Primeiros e  ATE OS coletores de Imposto e Os leprosos - os Renegados - Tem Razão Para ter Esperança. ASSIM, uma pergunta Que eu lhes faço Neste Trabalho e um Seguinte: O Que lhes da Esperança "?

Estremeceu diante da revelação de que a corrida arrojada entre seus males e seus sonhos estava chegando ao fim. O resto eram trevas. “Droga”, ele suspirou. “Como sairei deste labirinto?”


John Green



Deixe um comentário

Obrigada por visitar meu espaço. Fico muito feliz com comentários, mas apenas sobre a postagem. Opiniões, elogios e críticas construtivas são bem-vindos.
Para outros assuntos, use o formulário de contato.