Não foi uma questão de dominação vencida, esquecida no passado. Humanos escravizando humanos, espancando, matando, objetificando. Pouco importa quem começou, quem participou. Depois da dominação física ficou a psicológica, mais íntima, cultural. 
Um câncer transmitido de geração para geração. Eles são bons, bonitos, ricos, inteligentes, superiores. A alforria não libertou as mentes.
Ser reconhecido como ser humano já era pedir demais. Ser um negro de alma branca.
Agora muitos querem esquecer, dar basta. Eu tenho amigos negros, todos tem um pé na senzala, você é livre, você tem direitos, tem O SEU LUGAR.. Cada macaco no seu galho.
Mas já é tarde, muitos já descobriram que não precisam andar em uma linha imaginária traçada por outros.
Lupita incomodou muita gente ao ser eleita a mulher mais bonita.

Lupitas não querem mais o título de negra bonita, é mulher bonita e ponto. A mais bonita do mundo. Não baixa a cabeça para quem fala que ela seria mais bonita diminuindo o nariz ou com um cabelo longo e liso.Muitas meninas negras vão vê-la e não precisarão desejar ter a pele mais clara para parecer uma artista de televisão.
Daniel não abaixa a cabeça e chora porque lhe jogaram bananas, ele pega e come porque somos todos seres humanos.


Pessoas com essas atitudes têm sido meus ídolos, meus orgulhos. 
 Seria perfeito falar que já somos todos iguais, que não se precisa mais falar nesse assunto, mas ainda não somos, mesmo no Brasil, que é um país mestiço. As pessoas aqui só lembram que têm sangue negro na hora de lutar contra as cotas. Não é o sangue, não é a raça, mas a cor ainda marca muito, marca mais que o ferro do passado. Ainda não dá pra ser só um ser humano normal. Passamos por muitas etapas pelas quais as outras pessoas não passam, mas ao final do caminho resta muito orgulho, força, vontade de se erguer cada vez mais.


2 Comentários

  1. Eu dei gritinhos quando a Lupita ganhou. Acho a atriz linda. Agora, essa do Daniel....Eu ainda custo a acreditar que esse tipo de merda continue acontecendo. O Brasil é um país com uma miscigenação enorme, não deveria ser assim. Aliás, racistas deveriam ser extintos. u_u

    ResponderExcluir
  2. Hoje mesmo assisti um vídeo sobre isso. Se fosse qualquer outra branca ganhando o título de mais bonita do mundo, não haveria tanta discussão como teve quando a Lupita ganhou. Acho merecido. Linda, linda, linda. Ainda tem gente que diz que no Brasil não existe preconceito, dá pra acreditar? Vivemos numa bolha onde a idealização é SEMPRE o europeu. Mas ainda sonho com o dia em que abriremos definitivamente os olhos!
    Adorei o post e o assunto abordado! :D

    Beijinhos!

    ResponderExcluir

Obrigada por visitar meu espaço. Fico muito feliz com comentários, mas apenas sobre a postagem. Opiniões, elogios e críticas construtivas são bem-vindos.
Para outros assuntos, use o formulário de contato.