Inventário - Elisa Lispector


- Terrível o não chorado, o não dito. O represado corroendo lá dentro. Destroçando, como uma avalanche há muito reprimida. - Se eu conseguisse ao menos a aceitação plena de mim, e não através da aceitação dos outros, mas por mim mesma. Na autenticidade assumida na minha carne, na minha vida. E de repente, como um canário a anunciar pelo seu canto aos de sua espécie: eu sou um canário, ela disse para si: eu sou eu, e, com isso, pareceu-lhe afirmar-se contra todas as rejeições. ( O Silêncio)
Título: Inventário
Autor: Elisa Lispector
Editora: Rocco
Ano: 1977
Páginas:97


Sinopse - Inventário - Elisa Lispector

Segundo livro de contos de Elisa Lispector, este livro se insere dentro de sua obra com grande destaque, pois mais uma vez é constatada a sua habilidade em transmitir os mais fortes sentimentos que habitam o interior humano, conduzindo o leitor pelos caminhos da emoção, ora tão suaves quanto a contemplação de um pôr-do-sol, ora tão violentos quanto o inferno de desejos que queimam as pessoas por dentro. Este segundo livro é a confirmação de uma grande escritora. 



    Pegando carona com Nelson Rodrigues que disse que poucos livros podem te perder, o que fazer ao deparar-se com um desses livros? É inútil se perguntar isso quando um livro te faz pensar na irremediabilidade da vida com histórias de pessoas que são levadas pelo destino. Fiquei com esse impressão ao ler Inventário, não que a história dos personagens importe, mas os contos não são sobre acontecimentos, são sobre impressões, sonhos, sensações. Os personagens são marcados pela solidão, falta de amor, até falta de auto-aceitação e chegam a um ponto onde se torna impossível manter esse frágil equilíbrio que todos tentamos forjar na vida. Não sei dizer se foi prazer que senti ao ler esses contos e provavelmente não foi, só fiquei perturbada, mas ainda com algum sentimento de esperança, ela termina alguns contos falando de manhãs , talvez essa coisa de refletir e perturbar-se e questionar-se leve a um recomeço.
     Não sou grande conhecedora de Clarice, mas achei a escrita de sua irmã muito próxima da sua, opinião de uma quase leiga em Clarice e Elisa.
     Não é um livro fácil de jeito nenhum, não é para ler no ônibus, não é para ler com gente por perto, com nada que distraia a atenção,não adianta falar sobre, tem que ler e  não é para ler, é para mergulhar e é para reler. 


15 Comentários

  1. Nunca tinha ouvido falar desse livro
    Mas, pela resenha, parece ser muito complexo e amplo
    Fiquei interessada e ao mesmo tempo com o pé atras de encarar um leitura dessas agora

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma leitura que exige que você se entregue, por isso só vou ler de novo nas férias. Muito obrigada pela visita,amo seu blog,bjs

      Excluir
  2. Oi Daniele, tudo bem?
    Os Lispectors são sempre muito profundos. Não conheço nenhum escrito da irmã da Clarisse, mas se for tão profundo e reflexivo quanto o da irmã, imagino que seja muito bom. Anotei a dica para com certeza tentar encontrar esse livro depois.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    Você é o que lê

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu achei muito parecido, mas ainda preciso me aprofundar mais pra dar opiniões mais concretas, projeto para as próximas férias. Amanda, muito obrigada pela visita,bjs

      Excluir
  3. Não conhecia o livro e nem a autora, mas adorei sua resenha!
    Adoro ler coisas ótimas, rsrs.
    E sinceramente, essa família é poderosa com a escrita, não acha?


    clicandolivros
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Nossa, bem interessante parece ser o livro...pelo que vi aqui, é bem meu tipo de leitura.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Não conhecia o livro mais sua resenha está ótima!

    Beijos
    @blogscl
    http://sonhando-com-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Pareceu um livro complexo né?!
    Mas gostei da sua resenha e darei uma chance a ele! Valeu a dica! Bhs

    ResponderExcluir
  7. Olá querida, tudo bem com você ?
    Espero que sim, pois eu sei que andei um pouco sumidinha.
    Desculpa, porque estou de reforma em minha casa e anda uma loucura. E eu aqui de rinite atacada acredita ? nossa, n to aguentando, até porque eu não consigo dar continuidade na minha leitura. =/

    Mas enfim, sabe, eu estava vendo o seu post sobre o livro da autora Clarice Lispector e sinceramente nunca tive curiosidade de ler os livros dela e nem sei do que se tratam realmente. Porque quando eu trabalhava na Livraria Nobel, a maioria de seus livros saia bem. Mas do que eles tratam ? Porque eu achei interessante esse ai, mas você conhece as outras obras ? bom, assim que você puder vc me responde que eu vejo tá ? beijinhos

    OBS: Passa em meu blog que tá cheia de novidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é da irmã de Clarice, olha, os livros delas não são fáceis de explicar porque o importante neles não é o que se escreve, mas como se escreve, talvez para uma iniciante em Clarice, seja bom ler A hora da Estrela, é sobre uma nordestina, não lembro bem se no Rio ou São Paulo e as aventuras do escritor que escreve sua história, é o mais simples que já li de Clarice, mas ainda quero ler bem mais livros dela e de Elisa, aí faço um post melhor, agora não dá porque estou muito absorvida com as leituras e trabalhos da faculdade. Ah, A hora da Estrela está no meu programa de Literatura Brasileira, então vou reler e fazer um post bem legal aqui.
      Bjos

      p.s. Já fui no seu blog e simplesmente amei as novas parcerias, sucesso!

      Excluir
  8. Não conhecia o livro, ele parece bom e que nos deixa uma boa reflexão.

    http://iasmincruz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Parecem ser estilos bastante parecidos mesmo. Fui para a peça de um conto da Clarice no último sábado e nossa, saí de lá com uma melancolia imensa. Não são, de fato, leituras "arroz com feijão".

    ResponderExcluir

Obrigada por visitar meu espaço. Fico muito feliz com comentários, mas apenas sobre a postagem. Opiniões, elogios e críticas construtivas são bem-vindos.
Para outros assuntos, use o formulário de contato.