Lançado originalmente em 1967 foi incluído pela UNESCO numa coleção das obras mais representativas da literatura mundial.
O romance narra a história da família Honório Cota,se iniciando assim que João Capistrano Honório Cota resolve unir em um sobrado a sua melancolica personalidade com a do falecido pai,o coronel Lucas Procópio Honório Cota,homem truculento que se impunha pela força.Depois de passar por uma traição na politica, João Capistrano se isola da cidade junto com sua esposa e filha.Se ele conseguiu unr sua personalidade com a do pai no velho casarão,o conseguiu ainda mais na filha:Rosalina.
Após a morte dos pais ela continua isolado de todos em fiel obediência ao pai e odio aos traidores da cidade.Rosalina passa os dias no silêncio com a única ocupação de fazer flores de pano e as companhias de uma empregada muda,Quiquina,dos fantasmas do passado e dos relógios cada um parado no dia da morte de um dos seus familiares.
Tudo começa a mudar com a chegada do falante Jesé Feliciano,vulgo Juca Passarinho,aos poucos ele consegue o que nenhum morador da cidade conseguiria ,a começar por um emprego no sobrado.
Rosalina passa a ser duas,durante o dia a personalidade do pai,a mansidão,a reserva.A noite o lado Lucas Procópio sobressai e ela se entrega à bebida e à lúxuria com José Feliciano,embora sempre com o pensamento no amigo de infância e quase noivo Emanuel.Ela tem um filho que nascido morto é enterrado de madrugada nas assombrosas voçorocas pelo pai.José Feliciano deixa a cidade.
No último bloco mais um relógio é parado e a cidade perde para sempre o sonho de reconciliação ''Lá se ia Rosalina para longes terras.Lá se ia Rosalina,nosso espinho,nossa dor.'' Mas Rosalina não morre,é levada da casa porque enlouqueceu e vagava a noite até o cemitério cantando uma misteriosa cantiga.
O narrador é onisciente.Cada um dos nove blocos narrativos é contado pelo molólogo interior de um personagem,as vezes Rosalina,Juca Passarinho,Quiquina,e até mesmo os moradores da cidade falando coletivamente.
Waldomiro Autran Dourado - nascido em Patos,Minas Gerais em 1926 - teve seus livros traduzidos em várias línguas e ganhou o prêmio Goethe em 1982 com o livro As imaginações pecaminosas.


Deixe um comentário

Obrigada por visitar meu espaço. Fico muito feliz com comentários, mas apenas sobre a postagem. Opiniões, elogios e críticas construtivas são bem-vindos.
Para outros assuntos, use o formulário de contato.